Oftalmologia

Assim como na medicina humana o progresso científico e tecnológico favoreceu a fragmentação da medicina veterinária em diversas especialidades. A oftalmologia veterinária surgiu com o intuito de diagnosticar e tratar problemas como: Uveítes, ceratite ulcerativa, ceratoconjuntivite seca, glaucoma, catarata, luxação da lente, alterações da pálpebra, etc. Evitando, na maioria dos casos, que nossos melhores amigos tenham perda da função visual ou simplesmente aumentando a qualidade de vida de animais acometidos por enfermidades em estágio irreversível.

Patologias como: Entrópio, sequestro corneano felino, reposição da glândula da terceira pálpebra, catarata, proptose do globo ocular e neoplasias, apresentam apenas indicações cirúrgicas para seu tratamento, e quanto mais precoce forem diagnosticados melhor o prognóstico e recuperação do animal.

Além disso, o exame oftalmológico periódico auxilia o médico veterinário clínico geral no diagnóstico de desordens sistêmicas, que apresentam como sinal clínico alterações oftalmológicas. Alguns exemplos estão listados abaixo:

Espécie: Caninos
Doenças Sistêmicas com Alterações Oftálmicas: Erlichiose (doença do carrapato), piometra (infecção do útero), leptospirose, diabetes, hiperadrenocorticismo, hipotireoidismo, dirofilariose, toxoplamose, leucemia, etc.

Espécie: Felinos
Doenças Sistêmicas com Alterações Oftálmicas: FIV (Aids Felina), FELV (Leucemia Viral Felina) PIF (Peritonite Infecciosa Felina), toxoplasmose, hipertireoidismo, insuficiência renal crônica, etc.

O setor de oftalmologia do IEMEV estabelece seu diagnóstico por meio de: avaliação clínica, oftalmoscopia direta e indireta, teste de shimmer, tonometria, teste de Jones, teste de fluoresceína, biopsia, entre outros exames complementares. Após definição do quadro patológico será indicado tratamento clínico e/ou cirúrgico. Com a variedade de serviços de oftalmologia oferecidos no IEMEV, haverá sempre um olhar competente cuidando do seu cão ou gato.

Dr. Msc. Gustavo Helms.